PEQUENAS DOSES

  • Cabo Frio e suas peculiaridades: o ex-vereador, ex-secretário de Alair Corrêa (inclusive de saúde), várias vezes candidato a prefeito, um dos líderes do bolsonarismo na cidade, é agora radialista: Dirlei Pereira. Faz violenta oposição ao governo do também conservador, Adriano Moreno.
  • Como diria o sensato Vovô Bibiu, também conhecido como Manoel Lopes da Guia, o homem do obelisco, da Praça Porto Rocha: “durma-se com um barulho desses”. Se fosse vivo não deixaria passar essa: “governar Cabo Frio não é para amadores”. Leu, Adriano Moreno?
  • Conforme o esperado, a Câmara rejeitou abrir o processo de impeachment contra o prefeito Adriano Moreno. As mudanças estratégicas feitas dentro do governo contribuíram para os doze votos, que impediram a ampliação da crise.
  • A presença de Luis Geraldo, na presidência da câmara, com seu estilo moderador, associado ao atendimento as reivindicações dos vereadores, dá ao governo municipal a certeza que o legislativo pode ser o oásis em meio ao implacável deserto.
  • Habituais figuras do entorno da câmara municipal já chamam o vereador Luís Geraldo Azevedo como o “Acyr Rocha contemporâneo” ou “Acyr de sapato novo”. Seria o reconhecimento a habilidade política do presidente da Casa.
  • Quais seriam então os vereadores que completariam “A Trinca” antes formada, nos velhos tempos, por Acyr Rocha, Aires Bessa e Antônio Carlos Trindade? O Blog do Totonho aceita sugestões.
  • O “Bar do Jair”, comandado por Jair Cabral, na Rua Rui Barbosa, tem a maior concentração de cabofrienses por metro quadrado. No momento, encontra-se desfalcado do professor aposentado José Américo Trindade, o Babade: sem cachaça, foi parar em Ilhéus, na Bahia.
Compartilhe:
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *