A EXPULSÃO!

A expulsão!

A tentativa de invasão do tradicional café por bolsonaristas raiz foi frustrada pela ação imediata do professor José Américo Trindade, mais conhecido por Babade. Indignado, com o volume de besteiras proferidas, expulsou os bolsonaristas, chamando-os de “Macaco Tião”, sob aplausos dos amigos e transeuntes.

Olhar atento

Um assíduo leitor do Blog quando soube da inauguração do Hospital UERJ/SUS logo colocou: “somente uma alma bolsonarista poderia imaginar que a universidade pública permitiria ser usada para propaganda de extrema direita. De imediato veio o troco, a unidade hospitalar ganhou o nome do ex-reitor e um dos fundadores do SUS, Hesio Cordeiro.”

Apelando?

O ex-vereador Jefferson Vidal ainda não conseguiu assimilar a sua exoneração do governo de José Bonifácio. Passados meses de sua saída, ele e seu grupo continuam reclamando em nível muito baixo, numa espécie de “boca maldita”, na área da saúde.

A torneira fechou?

O ex-vereador Vidal sempre teve na saúde pública municipal seu principal instrumento político para se eleger e reeleger, inclusive lançando sua candidatura a prefeito. Pelo nível da insatisfação, que expressa nas redes sociais, parece que a torneira que irrigava o seu eleitorado fechou. Afinal, vivemos em plena crise hídrica.

Praça Tiradentes

A secretaria de meio ambiente, leia-se Juarez Lopes, vem se destacando com plantio maciço de mudas pela cidade, mas peca justamente na Praça Tiradentes. Afinal, a praça onde está tratamento paisagístico de melhor qualidade: é uma tristeza! Ah! É preciso podar as pitangueiras da Avenida Assunção.

Monstrengo urbanístico

O projeto paisagístico que tornou a histórica Praça Porto Rocha um cemitério de jazigos e com um piso, que a cada chuva encaminha meia dúzia às clínicas ortopédicas até hoje não tem pai e nem padrasto. Foi realizado no apagar das luzes de um dos governos de Marquinhos Mendes. Passou da hora de livrar a cidade desse monstrengo urbanístico.

A candidatura!

Os cabos e sargentos eleitorais do ex-prefeito Alair Corrêa, em sua quase totalidade foram capturados pela extrema direita. Acostumados durante muito tempo a ficar sob alguma árvore oficial ou mesmo oficiosa, ficaram ao sol e a chuva e buscaram o guarda-chuva da hora no bolsonarismo. Por essa e muitas outras é que o “socialista/comunista” se confirmar a candidatura o fará em dobradinha com o bolsonarismo.

Compartilhe:
Instagram
0Shares

2 comentários em “A EXPULSÃO!”

  1. É uma pena q a cidade q com tanta influência externa culturalmente e politicamente fique reduzida à mesmisse de políticos ultrapassados e interesseiros infelizmente é nosso país

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *