TRAINEIRA EM MAR REVOLTO

Em crise permanente nos mandatos dos três últimos prefeitos a cidade elegeu um velho conhecido, que dirigiu Cabo Frio por duas vezes, totalizando dez anos de exercício como prefeito.

Por uma conjunção de fatores como a pandemia, a retração da arrecadação fiscal e a redução drástica do valor dos royalties do petróleo, os eleitores optaram pelo único nome que consideraram qualificado para enfrentamento da crise.

A alternativa era o candidato de extrema direita, que escolheu colar no bolsonarismo, amplamente vitorioso no município nas eleições de 2018.

A opção se revelou um fracasso. O resultado eleitoral mostrou que a população estava interessada em eleger alguém capaz de encaminhar a resolução dos graves problemas municipais e não debater questões políticas e ideológicas em nível nacional.

A profunda crise, que se arrasta há anos acabou por ser o motor de uma grande aliança, que derrotou a extrema direita e chega ao poder amanhã, em 1º de janeiro.

O Blog deseja sorte, afinal direta ou indiretamente, estamos todos nessa traineira, que navega em mar revolto.

Compartilhe:
Instagram
0Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *