AS VISITAS DO CRONISTA

No verão torna-se uma obrigatoriedade daqueles que vivem perto do mar receber uma visita. Portanto é um mês em que os anfitriões são estrangeiros dentro de seu próprio domicílio. Chegam membros de trupes de aventureiros. Acampam na sala e brindam a vida aos risos refazendo as regras de convivência dos espaços. Os cômodos são disputados como num jogo de tabuleiro. Há quem busque conquistar territórios sob o argumento do matrimônio. Outros preferem o sítio neutro e indeciso da sala, uma espécie de Suíça onde se encontram para dar as mãos.

Pela manhã as dietas são motivo de conversa. Todas defendidas através de universalismos científicos, argumentos sociais ou axiomas espirituais. A história alimentar moderna tem seus novos vilões: o glútem e o óleo vegetal. Mas os pretendentes ao posto de herói, bom pastor da saúde humana, ainda disputam uma batalha que vai da banha de porco aos frutívoros passando pela comida germinada.

No entanto, sem qualquer dúvida, o mar é a menina dos olhos de todos. É lá que se igualam no mergulho e se cumprimentam com o sorriso do contentamento. E também nas fotografias posam abraçados e pertencentes a essa mesma via láctea. Depois vão embora e outros vêm ocupar os lugares vagos no meu albergue. Trazem histórias do lugar onde vivem e as deixam aqui como se esvaziassem os bolsos para, em seguida, enchê-los de sal.

Viajar é aprender a levar e trazer histórias desenhadas sem muito controle, sem cabresto. A verdade que me desculpe, mas ela fica muito bem é numa bula de remédio.

Rafael Alvarenga

Cabo Frio, 23 de janeiro de 2020

PEQUENAS DOSES

Tsunami ou Marolinha?

O prefeito Adriano Moreno, o Gurgel do MBL e os deputados Sérgio Luiz Azevedo e Mauro Bernardo vão disputar os votos da ultra direita, em Cabo Frio. 2020 irá mostrar se o bolsonarismo ainda é um tsunami ou se virou uma marolinha.

Sonhar não custa nada

Depois das novas mudanças na secretaria de educação o vereador Aquiles Barreto deixou para trás aquela idéia de abandonar a política. O vereador, que foi prefeito interino, ainda sonha com o apoio de Marquinhos Mendes numa hipotética candidatura a prefeito.

Só pensa naquilo

Presidente da câmara, Luis Geraldo “só pensa naquilo”: reeleição. Líder do Republicanos, o vereador, cativa o eleitor das famílias tradicionais da cidade e trabalha para montar uma nominata capaz de manter sua influência na política municipal.

Internet & Sola de sapato

José Bonifácio Novellino diversificou sua atuação e está presente em múltiplas plataformas e redes sociais da Internet. O ex-prefeito, entretanto, gasta a sola do sapato e visita, em média cerca de três bairros por dia.

Pesquisa para conhecer melhor

O Sepe Lagos bem que poderia seguir o conselho do professor José Américo Trindade, o Babade: realizar ampla e profunda pesquisa para conhecer o perfil dos profissionais da educação. A categoria mudou muito nos últimos anos.

Qual o caminho a seguir?

O novo secretário de educação, Ian Carvalho, integra governo de direita, ligado aos vereadores Aquiles Barreto e Miguel Alencar. Ian, entretanto, é filho do falecido professor Carlos Alberto Carvalho, progressista e militante do movimento dos professores.

Liminar impede greve

A prefeitura conseguiu liminar no Tribunal de Justiça impedindo qualquer movimento grevista na saúde, único setor que estava em greve, excluído a educação. A liminar sujeita os dois sindicatos a muita diária de 50 mil além de outras possíveis sanções.

“Rei da Picanha”

Os amigos do empresário José Martins, que atualmente dedica poucos dias da semana a Cabo Frio, contam que o “Rei da Picanha” está desiludido com a política local. Estará se afastando em definitivo ou dando uma pausa para recuperar as energias?

Janio: apoio a pessoa com deficiência

Janio Mendes ficou emocionado, com a recente divulgação nas redes sociais do seu trabalho, quando deputado, na Alerj, em defesa das pessoas com deficiência. Janio criou a carteira de identidade da pessoa com deficiência. A Lei foi replicada em diversos estados e conta com o apoio da ONU.

PEQUENAS DOSES

Cadê a indignação?

Apesar de toda a crise do setor, mais uma vez a manifestação do Sepe Lagos, realizada ontem, não contou com número expressivo dos profissionais da educação. Há de se perguntar o que está faltando para que os professores transbordem de indignação.

O Rui não é mais aquele

O Colégio Rui Barbosa não é mais aquele. A direção do outrora combativo colégio, referência de luta e ensino de qualidade em Cabo Frio e Região dos Lagos, rompeu o acordo estabelecido com as demais direções da rede pública municipal e abriu o colégio. Lamentável!!!!!!

Verão da bagunça!

A desorganização da Praia do Forte superou qualquer expectativa. A exploração, sem qualquer controle, dos espaços públicos pelos barraqueiros e ambulantes com seus carrinhos foi quase total. Em determinadas barracas a consumação chegou a 100 reais: esse turista não volta!

Estacionamento/Pedágio

A prefeitura até hoje não encontrou solução para a cobrança privada do estacionamento/acesso a Praia das Conchas. O abuso é flagrante e as autoridades públicas não se comportam como tal. Não cumprem o seu papel.

“Abacaxi” difícil de descascar.

Estamos no final de janeiro e o governo Adriano/Cati ainda não completou os salários de dezembro. Vai pagar janeiro na data certa e provavelmente o 13º em fevereiro. O governo, com incrível incompetência, comprometeu 2020. O próximo prefeito vai pegar um “abacaxi” difícil de descascar.

A balbúrdia institucionalizada

Quem votou em Adriano Moreno pensando que o “novo”, que condenava a política e os políticos em geral, se arrependeu. Adriano prometeu um governo meritocrático, através de escolhas técnicas e entregou a balbúrdia, quase institucionalizada.

Vereadores: descolando do governo.

Há quem não acredite que o prefeito Adriano Moreno vá tentar a reeleição. A impopularidade é tamanha, que os vereadores que querem continuar sentados nas macias poltronas do tradicional plenário Oswaldo Rodrigues vão descolar totalmente do governo.

Quem manda?

A “nova” secretaria de educação está politicamente dominada pelo “eixo” Aquiles Barreto-Miguel Alencar. Apenas foi aperfeiçoado o esquema vigente desde a queda barulhenta de Cláudio Leitão-Denize Alvarenga.

A conferir

A dupla, Leitão/Alvarenga saiu atirando contra o prefeito Adriano Moreno e seu assessor especial, Antônio Carlos Vieira, o Cati. A sucessora Márcia Almeida é uma técnica e nunca fez da política seu objetivo. O “novo” secretário, porém, é ligadíssimo a dupla de vereadores, Aquiles/Miguel.

Nominatas fortes

Como as coligações nas proporcionais estão proibidas, as lideranças dos partidos políticos, especialmente os que têm vereadores que querem a reeleição, estão trabalhando duro para compor nominatas fortes. A reeleição dos caciques passa pela montagem cuidadosa das nominatas para a câmara.

Alair quer o PC do B

Alair Corrêa não se deu por vencido e através do seu aliado Carlos Quintão faz representação junto ao comitê central do PC do B. O ex-prefeito de Cabo Frio quer revogar a decisão da estadual, que lhe negou a filiação.

VAI AQUI UM DESABAFO – Érica Mateus Toledo (*)

Hoje, na minha caminhada matinal pela praia, me deparei com um turista cavando um buraquinho na beira d’água com o pé pra enterrar sua guimba de cigarro. Eu, imediatamente, peguei o bolinho de areia com a maldita guimba e coloquei na mão dele dizendo: jogue no lixo, por favor!
É claro que ele ficou com a cara no chão e saiu com o bolinho de areia.
Eu fiquei com uma fúria, um sentimento tão ruim.
Logo em seguida, já próximo à calçada das Americanas, um jovem com sua cadelinha empurrava as fezes para o canteiro com um pedaço de papel. Eu, prontamente, peguei o porta coletor de fezes que anda na minha bolsa e o dei: Toma um saquinho!
Ele agradeceu e coletou as fezes.Por muitas vezes presencio essas ações e confesso que fico muito indignada. Mas faço a minha parte e sei que poderia fazer muito mais.
O que me chateia muito é ver as pessoas todos os dias se queixando do Prefeito, do Governador, do Presidente, enquanto continua jogando seu lixo no chão, usando copo plástico, etc…
Vamos procurar fazer a nossa parte como cidadãos, dando exemplo e fiscalizando pelo menos a nossa rua.
Eu garanto que, se essas duas pessoas de hoje tiverem vergonha na cara, nunca mais passarão por isso.

Só através do efeito formiguinha poderemos ter um mundo melhor.
Do contrário, o Planeta não terá mais chance.

Paz e Bem a todos.

(*) Veterinária.