IRANILDO FICOU FAMOSO

O “Homem de Meriti”

O secretário de saúde de Cabo Frio, o ex-deputado Iranildo Campos teria sido indicação do governador Wilson Witzel (PSC). O prefeito Adriano Moreno e o seu “braço direito e esquerdo”, Antônio Carlos Vieira, o Cati, são do DEM, mas parceiros políticos de Witzel.

Ficou famoso

Iranildo Campos, secretário de saúde de Cabo Frio, indicação do governador Wilson Witzel, foi personagem do Jornal Nacional, na Rede Globo. Assunto? As famosas “rachadinhas”, que também envolvem a Família Bolsonaro.

Demissão na pandemia?

Será que Iranildo, o “Homem de Meriti” será demitido do cargo pela dupla Adriano Moreno/Antônio Carlos Vieira (Cati), em plena pandemia? A dupla que governa Cabo Frio terá força política ou mesmo coragem para desafiar o esquema do governador?

Que Mário?

Agora que o empresário Mário Peixoto está preso ninguém o conhece, ninguém o viu e não mantém com ele qualquer vínculo. É de morrer de rir, mas é assim mesmo. No dito popular “Que Mário? É aquele que está atrás do armário”. Ponto final!

Sem OSs

Apesar das pressões a câmara de Cabo Frio tem resistido à implantação das OSs, fruto de denúncias de corrupção em todo o Estado do Rio. Com a prisão de Mário Peixoto, dificilmente o assunto voltará a será discutido, ao menos em 2020.

A praia de Aquiles é outra

O candidato Aquiles Barreto (PT) até hoje não se recuperou das críticas que recebeu quando resolveu dar sugestões no campo da educação. Embora, sua mãe Laura Barreto tenha sido por bastante tempo secretária de educação no governo de Marquinho Mendes, ficou claro que não é essa a praia de Aquiles.

Deu Zebra!

Os “luas pretas” da candidatura de Aquiles Barreto não contavam que o apoio do ex-prefeito Marquinhos Mendes rendesse tanto desgaste. Apostaram na cobra, mas deu zebra. Agora segura à onda. A salvação é QuaQuá? Que salvação será essa?

Pergunta inocente

Algumas pessoas do meio político de Cabo Frio dizem que a candidatura do vereador Aquiles Barreto pode ser beneficiada por QuaQuá, do PT e ex-prefeito de Maricá, a cidade enriquecida pelos fantásticos royalties do petróleo. A pergunta inocente, que não quer calar é: como seria esse favorecimento já que ninguém conhece QuaQuá aqui por Cabo Frio?

Agressividade!

Enquanto isso o bolsonarismo desce ladeira em todo o país. Apesar da tentativa de mostrar força, as últimas manifestações em favor do presidente da república foram bastante esvaziadas. Na medida em que o esvaziamento avança cresce a agressividade, típica dos movimentos fascistas.

Compartilhe:
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

FELIPE NETO NO RODA VIVA

Excelente a entrevista do Felipe Neto, no Roda Viva. Convocou a todos os brasileiros para uma frente anti-fascista, de resistência democrática. Foi uma entrevista leve onde o entrevistado não deixou nenhuma pergunta para trás e até a mediadora Vera Magalhães foi educada e muito simpática, contrariando a grosseria que fez com Ciro Gomes.

Compartilhe:
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

A velhinha contrabandista – Crônica de Stanislaw Ponte Preta

Diz que era uma velhinha que sabia andar de lambreta. Todo dia ela passava na fronteira montada na lambreta, com um bruto saco atrás da lambreta. O pessoal da alfândega – tudo malandro velho – começou a desconfiar da velhinha.

Um dia, quando ela vinha na lambreta com o saco atrás, o fiscal da alfândega mandou ela parar. A velhinha parou e então o fiscal perguntou assim pra ela:

Escuta aqui, vovozinha, a senhora passa por aqui todo dia, com esse saco aí atrás. Que diabo a senhora leva nesse saco?

A velhinha sorriu com os poucos dentes que lhe restavam e mais os outros, que ela adquirira no odontólogo, e respondeu:

É areia!

Aí quem sorriu foi o fiscal. Achou que não era areia nenhuma e mandou a velhinha saltar da lambreta para examinar o saco. A velhinha saltou, o fiscal esvaziou o saco e dentro só tinha areia. Muito encabulado, ordenou à velhinha fosse em frente. Ela montou na lambreta e foi embora, com o saco de areia atrás.

Mas o fiscal ficou desconfiado ainda. Talvez a velhinha passasse um dia com areia e no outro com moamba, dentro daquele maldito saco. No dia seguinte, quando ela passou na lambreta com o saco atrás, o fiscal mandou parar outra vez. Perguntou o que é que ela levava no saco e ela respondeu que era areia, uai! O fiscal examinou e era mesmo. Durante um mês seguido o fiscal interceptou a velhinha e, todas as vezes, o que ela levava no saco era areia.

Diz que foi aí que o fiscal se chateou:

Olha, vovozinha, eu sou fiscal de alfândega com quarenta anos de serviço. Manjo essa coisa de contrabando pra burro. Ninguém me tira da cabeça que a senhora é contrabandista.

Mas no saco só tem areia! – insistiu a velhinha. E já ia tocar a lambreta, quando o fiscal propôs:

Eu prometo à senhora que deixo a senhora passar. Não dou parte, não apreendo, não conto nada a ninguém, mas a senhora vai me dizer: qual é o contrabando que a senhora está passando por aqui todos os dias?

O senhor promete que não “espáia”? – quis saber a velhinha.

Juro – respondeu o fiscal.

É lambreta.

Compartilhe:
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Exu Pé de Ponta Chico Tabibuia, madeira Barra de São João, RJ Pastel a óleo sobre papel 29, 5×39, 5cm.

E-mail : gilperelloatelier@gmail.com Tel. :(22) 997207731

Compartilhe:
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Péssima imagem

O descrédito do PT Cabo Frio junto à opinião pública vem de longa data, desde quando o partido foi empurrado para o colo da dupla Alair (“Mestre”) e Marquinhos (“Aluno”). A entrada de Aquiles Barreto, com o apoio de Marquinho, só reforça a péssima imagem da legenda no município.

No liquidificador …

Juntar o desgaste do desastroso governo de Adriano Moreno/Cati com a rejeição de Marquinhos/Aquiles, mais o costumeiro e oportuno adesismo do PT de Cabo Frio e bater no liquidificador não sobra nada: quem sabe, mais uma tragédia anunciada. Quem sabe semelhante aos governos de Andinho e Renatinho em Arraial do Cabo.

Frankstein da Restinga

A união de Aquiles, Marquinhos e Adriano tem o potencial de um explosivo traque. A união de todas as rejeições possíveis dentro da sociedade cabofriense. É um mostrengo político, quase um “frankstein da restinga”, que para bom entendedor, nem Maricá, com QuaQuá no balaio pode dar jeito.

O Bolsonarismo

Certo setor da oposição ao governo Adriano Moreno/Cati tem práticas bolsonaristas. É grande a quantidade de notícias falsas, boatos dos mais variados e uma linguagem chula de baixíssimo nível. Essa gente não preza a democracia, basta ver o governo bolsonaro (com minúscula mesmo) e sua gangue.

Compartilhe:
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Live: José Bonifácio & Rafael Peçanha

Muito boa a conversa entre José Bonifácio e o vereador Rafael Peçanha, na noite de ontem, sexta-feira, no Instagram e no Facebook. Bom nível e sem demagogia, importante para o período duro que a sociedade enfrenta. Rafael é o coordenador da campanha de José Bonifácio e tem se revelado um articulador dedicado as novas adesões para a campanha.

Compartilhe:
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

COISA FOFA!

O professor José Américo Trindade, vulgo Babade, com extensa folha corrida ou prontuário em Cabo Frio, Região dos Lagos, chegando às imediações de Macaé, está de quarentena. Não descuida de sua imagem pública. Nesse sentido buscou um profissional cabeleireiro, que lhe aparou as madeixas, eliminando provisoriamente o “rabo de cavalo”.

Compartilhe:
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter