O BUJÃO!

Muita gente nova e mal humorada reclama da música dos caminhões do gás, que circulam na cidade. Não lembra que antes, quando acabava o gás, geralmente no domingo e com sol forte na moleira, o cidadão era obrigado a ir até o revendedor comprar o bujão e carregá-lo nos ombros até em casa: o sacrifício abalou inúmeros casamentos. Até hoje o desenho industrial não encontrou um formato melhor para o bujão ou algo semelhante.

Compartilhe:
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *