MANJEDOURA VAZIA?

Ângela Maria Sampaio de Souza

Dia 25 de dezembro é o dia em que comemoramos o Natal. Data que já passou, mas o Natal continua.

Esse foi um Natal diferente, mas igual ao primeiro, quando o Menino Jesus nasceu numa estrebaria, numa manjedoura, com sua família.

O significado dessa manjedoura é muito forte, porque ali estava colocado nosso coração cheio de amor, puro, livre de qualquer maldade e preconceito.

Por isso o Natal continua!

Essa manjedoura é o nosso coração e procuremos não deixá-la vazia. Tiremos dela toda individualidade,vaidade, prepotência, egoísmo, violência e vamos substituir por aquelas virtudes do primeiro Natal. Essas personalidades negativas vem sempre para diminuir. Elas contaminam e nossa manjedoura estará sempre vazia.

Vamos abandonar a hipocrisia que consiste em projetar uma aparência que não nos pode pertencer.

Esse mundo perverso, no fundo não nos ama e uma humanidade assim constituída não será sadia.

O mais importante para vida não são os conhecimentos e aparência mas o caráter que estaria ameaçado caso não tirarmos esses males da manjedoura.

Alguns de nós estamos deteriorando a idéia de felicidade. Discordância é um sinal de amorosidade feita com respeito.

Acabemos com esse vírus que contamina nossa manjedoura.

Vacina para isso é mudança e só depende de nós.

É urgente que cada gota dessa vacina toque nosso coração e temos 2021 para nos vacinar contra esse mal que muitas vezes nos apropriamos.

Podemos imaginar corações vazios e solitários, por isso tenhamos chance para despertar neste próximo ano.

“Se o amor não nascer e crescer, na manjedoura da nossa alma, em vão, será nosso Natal e nossa manjedoura continuará VAZIA!”

Compartilhe:
Instagram
0Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *