CHICO MENDES

Quem é que consegue dormir

com esse assassino rondando a pátria?

Só os ponteiros do relógio,

que em horas como 3 e 15,

4 e 20 e 5 para as 11,

o ponteiro de cima deita sobre o de baixo

no sexo anal-anual-secular dos relógios.

Quem é que consegue dormir

sabendo que o homem está marcado,

numerado, na conta mortal do latifúndio?

Lá fora premiado,

aqui, alvejado, e sua morte

comemorada com um churrasco.

Sua causa era a dos seringueiros

mas seu corpo não era de borracha.

E o mundo segue:

o trem fazendo piuí

o Brasil Piauí

e nós psiiii… Silêncio de hospital!

Não era um rio

não era um rei

era um exemplo.

Um sonho previsto

no manual de instrução

para gente e árvore.

Pena que não exista verde depois da morte

para o morto lutar pelo verde que já morreu!

(Ricardo do Carmo)

Compartilhe:
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *