CABO FRIO: UMA COMPLICAÇÃO!

São “apenas” 3 mil contratados na Educação e outros 700 na área da secretaria de saúde: demissões em massa. Números expressivos da grande crise vivida por Cabo Frio, desde os últimos governos de Alair Corrêa e Marquinhos Mendes e aprofundada com a dupla Adriano Moreno/Cati. A população terá que ter muita paciência com o futuro prefeito, porque arrumar a casa será um empreendimento difícil.

A HERANÇA!

A pandemia não é a causa da crise do governo Adriano Moreno/Cati, mas a ampliou, tornando-a ainda mais cruel para os servidores públicos municipais e os cidadãos. A crise do município com royalties do petróleo reduzidos a seu nível mais baixo, com os poços maduros estagnados e em processo terminal não promete dar tréguas a futuras administrações. O povo que se prepare para penar pelo voto errado, porque a herança de Alair, Marquinhos e Adriano/Cati será terrível.

QUE CIDADE É ESSA?

Que cidade é essa em que adversários e os oposicionistas da vez vibram quando um veículo da Polícia Federal é visto na frente de prédios públicos municipais. Possibilidade de prisão do inimigo político? Desgaste para algum personagem, que precisam derrubar? Talvez o sentimento de vergonha coletiva do município fosse mais adequado até pelo fato dessas visitas policialescas se tornarem cada vez mais costumeiras, o que é ainda pior para a imagem da cidade.

Compartilhe:
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *