Estamos todos no mesmo barco, mas nem todos na mesma tempestade.

Estamos todos no mesmo barco, mas nem todos na mesma tempestade. O objetivo do barco é único, mas cada viajante tem o seu e assim sua tempestade se torna diferente.

Uns estão passando pela tempestade com angústia, outros com paz, outros com momentos de reflexão!

Então cada um está passando por ela a sua maneira!

Muitos irão atravessar bronzeados de piscina, outros com cicatrizes na alma.

No momento essa tempestade também nos proíbe de nos abraçarmos, de nos beijarmos, de nos vermos, mas nesse barco não estamos proibidos de demonstrar amor, de deixar os amigos, de sentirmos saudades!

E quando esse barco chegar ao seu destino, seremos outras pessoas.

Assim, cada um vai criando sua história.

Temos que compreender que a vida nos dá, mas também nos tira e não estamos proibidos de buscar a felicidade!

O importante é que o passado nos ensinou e hoje é o presente e o futuro pertence a nós que iremos fazer, pois somos todos habitantes!!

(*) Ângela Maria Sampaio de Souza é professora.

Compartilhe:
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *