PEQUENAS DOSES

Ano eleitoral

Em ano de eleição, o Palácio Tiradentes anda movimentadíssimo: o gabinete do secretário de governo, Miguel Alencar mais parece o RH (Recursos Humanos) tal o entra e sai que não deixa ninguém sossegado.

Papo furado!

O deputado Mauro Bernardo se elegeu dizendo rejeitar a velha política. Como explicar então a presença da Família Bornier, de Nova Iguaçu, em seu gabinete?

Pode dar divórcio

O PROS, partido pelo qual Mauro Bernardo se elegeu, está nas mãos da Família Garotinho. A relação do representante de Cabo Frio e Região dos Lagos com a direção do partido é no mínimo muito complicada.

Baixada Fluminense

Os dois deputados, que dizem representar Cabo Frio, têm em seus gabinetes à fina flor da Baixada Fluminense. Importante prestar atenção na pretensão dos caciques da Baixada em dominar a política na Região dos Lagos.

A escolha!

Segundo o “porta voz” Juninho Caju, o grupo denominado “Os Inconfidentes” vai escolher candidato para sentar nas confortáveis poltronas do Plenário Oswaldo Rodrigues. Pode ser do próprio grupo ou mesmo de fora. A população aguarda, sem dormir, tal decisão.

Insultos, sem resposta

Em encontro com amigos, na Praça Porto Rocha, o “prefeitável” José Bonifácio garante que não vai responder as agressões e insultos, que tem recebido da extrema direita. Segundo o ex-prefeito só vai debater propostas e idéias.

Comida azeda

Não é aconselhável convidar para o mesmo jantar o ex-secretário de fazenda Antônio Carlos Vieira, o Cati e tantos outros ex-apoiadores e membros do governo de Adriano Moreno. Certamente, a comida vai azedar tal o desgaste que o atual “assessor especial” tem com os antigos parceiros políticos.

Farsa & Incompetência

Como vereador e na campanha Adriano Moreno dizia e existem vídeos que comprovam que salários eram prioridade em um governo. Pena que ele não pratica o que pregava.

Sem planejamento & Transparência

Em janeiro a prefeitura arrecada, historicamente, R$75 milhões de reais. Faltam planejamento e transparência, que acaba por provocar esses atrasos de pagamento dos salários dos servidores. Justamente a falta de planejamento provocou o fechamento da UPA de Tamoios em plena alta temporada.

Caos & Balbúrdia

Esse ano o desfile de blocos vai acontecer na orla da Praia do Forte. Se a organização for à mesma que aconteceu nesse mês de janeiro, Cabo Frio vai viver mais um período de caos ou como diz o ministro da deseducação, de balbúrdia.

Política comum

O ex-deputado Janio Mendes e o presidente da câmara de Cabo Frio, vereador Luis Geraldo, tem um traço comum na vida política. Apesar de pertencerem a grupos políticos diferentes, ambos tem tido um trabalho voltado para os portadores de necessidades especiais.

PEQUENAS DOSES

Nó no trânsito

Cidade antiga de ruas estreitas, Cabo Frio não “segura à onda” dos ônibus turísticos transitando pelo centro. O problema se agrava, porque a cidade é mal sinalizada e na falta de uma engenharia de tráfego, permite-se o estacionamento dos dois lados.

Bolsonaristas atacam José Bonifácio

Os seguidos ataques da extrema direita ao ex-prefeito José Bonifácio revelam não apenas o desespero, mas a típica campanha bolsonarista: ilações, montagens grosseiras, insultos etc.

Filhos da Lama

Os bolsonaristas não querem e não conseguem fazer campanha em alto nível, debatendo idéias e fazendo propostas para a sociedade. O campo onde bolsonarista se cria é a lama.

Que sina!

Renatão e Renatinho Vianna são a consolidação da tragédia anunciada, em Arraial do Cabo. O município está num período, no mínimo triste com Mellman, Andinho e Renatão/Renatinho.

Aleluia! Aleluia! Aleluia!

Os Viannas pontificaram em Cabo Frio, no governo do “velho morubixaba”. Renatão entrou e saiu do governo de Alair e finalmente voltou a se instalar politicamente em Arraial do Cabo. Aleluia!

Retorno comemorado

Finalmente retornou o serviço gratuito de travessia do Canal do Itajuru. O serviço beneficia os moradores da Gamboa, os trabalhadores e empresários do Pólo de Moda Praia do bairro, os turistas e contribui para amenizar o engarrafamento no local.

Que tal ampliar o horário?

Como, durante o Verão o Pólo de Moda Praia funciona ao menos até as 22 horas, seria aconselhável estender o horário de funcionamento da embarcação que faz a travessia do Canal do Itajuru.

Medida contra a violência

A maior parte dos trabalhadores é formada por mulheres, que temem toda sorte de violências na região, especialmente ao atravessar tarde da noite a Ponte Feliciano Sodré.

PEQUENAS DOSES

Rejeição!

A “Família Vianna”, em Arraial do Cabo tem uma das maiores rejeições da opinião pública na Região dos Lagos. O problema é que as alternativas no município são igualmente complicadas.

Rejeição dupla!

A rejeição de “pai” e “filho” em terras cabistas é bastante semelhante a da dupla Adriano/Cati, em Cabo Frio. O resto é conversa fiada da “mídia amiga”.

Tragédia anunciada!

A eleição de Renatinho Vianna e o desencanto posterior poderiam ser cantados em “prosa e verso” por qualquer poeta da Região dos Lagos. É a tal “tragédia anunciada”, no mesmo nível do governo de Andinho.

Apoio que incomoda

O apoio do ex-prefeito Mirinho Braga, a Leandro do Bope, começou a incomodar os caciques políticos do município. Os ataques virulentos ao ex-prefeito eram esperados por quem conhece a política buziana.

Retorno complicado

Censo do IBGE, deu conta que a região onde foi fechado o retorno, na Avenida Assunção e liberado em frente à pastelaria, registra excepcional aumento da população, que pediu ardentemente a mudança. A NASA vai investigar.

Azeitona com caroço

A quantidade de pesquisas, ou melhor, enquetes, ultrapassa o bom-senso e revelam o amadorismo de quem às faz. Colocam a “azeitona na empada” de quem as pede ou paga.

Nó na cidade

Corre a conversa que o Bloco do Costa Azul vai retornar neste Carnaval. Caso aconteça, o trânsito na cidade vai dar nó, insolúvel, exceto se desfilar em outro canto, como na Praia do Forte. Que tal uma pitada de bom-senso?

Não deu certo

O investimento na arrumação do Estádio “Correão” não deu certo para a Associação Desportiva Cabofriense – ADC (não confundir com a Associação Atlética Cabofriense). A campanha no Campeonato Carioca tem sido um fracasso.

Em meio ao desgaste …

O secretário de meio ambiente da prefeitura de Cabo Frio, Mário Flávio, tem despontado com um dos poucos secretários que recebem elogios por sua atuação, na mídia local. Em um governo desgastado como o de Adriano é quase ganhar na loteria.

O Rei de Cambuquira voltou

O Café Pertutti lotou na tarde de ontem. Após tratamento a base de águas minerais e algumas termais, retornou a Cabo Frio, o professor José Américo Trindade, vulgo ou alcunhado Babade. Passeou pelo circuito minereal, mas se apaixonou por Cambuquira, apesar da concorrência de Raposo.

PEQUENAS DOSES

Miguel: mais votado?

O vereador Guilherme Moreira não é candidato a reeleição. Apóia a reeleição do vereador Miguel Alencar, poderoso secretário de governo. Miguel, que é considerado um dos homens mais fortes, junto com Antônio Carlos Vieira (Cati), do governo Adriano, quer ser o vereador mais votado, em 2020.

Tudo depende do final.

Miguel Alencar está construindo a reeleição pensando em vôos mais altos, mas tudo vai depender do final do governo de Adriano Moreno. O final melancólico, com a derrota eleitoral fragorosa do prefeito, pode prejudicar seu projeto político.

Sem cerimônia

Hoje, nenhuma indicação política acontece na prefeitura sem o dedo do secretário de governo. Outros caciques têm reclamado da sede de poder do secretário, que, avança e ocupa espaços sem qualquer cerimônia: parece Alfredo Gonçalves em “priscas eras”.

Com os “burros n’água”

Pessoas próximas a Rafael Peçanha reconhecem que o vereador, “líder da oposição”, deu com os “burros n’água” fechamento do retorno, na Avenida Nossa Senhora da Assunção. Revelou proximidade com o prefeito Adriano Moreno, com o empresário dos pastéis e irritou os motoristas.

Força política

Ian Carvalho, novo secretário de educação de Cabo Frio, reúne mais força política que sua antecessora, Márcia Almeida, que por ser uma técnica, não se interessava pelo assunto. O secretário conta com o apoio direto do vereador Aquiles Barreto, do secretário de governo Miguel Alencar e tem as bênçãos de Antônio Carlos Vieira, o Cati.

Progressistas X Conservadores

Teoricamente, Ian Carvalho, é um “progressista”, mas vai dar muito trabalho as lideranças do Sepe Lagos. É advogado, foi procurador na gestão de Laura Barreto, e se seguir a orientação conservadora do grupo hegemônico do governo, os professores terão seus problemas agravados.

A saída é a união

Mais do que nunca as lideranças do Sepe Lagos terão que abandonar, em definitivo, as diferenças de cunho político interno. O ano é de eleição e o adversário a ser enfrentado é bem mais duro e complexo.

Nem o Crematório Municipal saiu

O prefeito Adriano Moreno, então no PP de Alair Corrêa, não foi grande coisa como vereador, mas deixou sua marca com o projeto do “crematório municipal”. O tempo passou, o vereador virou prefeito, conhecido por sua incapacidade administrativa e nem o crematório saiu. É mole?

Felipe: contra a filiação de Alair.

Esvaziado política e administrativamente na prefeitura, o vice Felipe Monteiro continua trabalhando duro para conseguir se eleger vereador. Felipe se posicionou contrário a filiação do ex-prefeito Alair Corrêa ao PC do B.

O RABUGENTO!

O Rei de Cambuquira

Passa Quatro, São Lourenço, Poços de Calda, Caxambu, Raposo e até Cambuquira. Cansado da Estrada Real, o professor José Américo Trindade, o Babade optou pelo Caminho da Água Mineral. Ficou conhecido na região como o “Rei de Cambuquira”.

O “Bicho Mamãe” e o “Leão sem Dentes”

O aposentado voltou a Cabo Frio e logo perguntou pelo “Bicho Mamãe” e pelo rugir do “Leão sem Dentes”. Foi informado que o primeiro depois de uma coça não mais freqüenta as madrugadas e o “Leão sem Dentes”, procurou um protético e está experimentando uma “perereca”.