MARIA JOAQUINA, O ABANDONO

O blog recebeu ‘carta’ do secretário Felipe Araújo. Nela o secretário defende a respeitável posição do governo de Adriano Moreno frente a “Questão de Maria Joaquina”, área sempre maltratada pelas administrações de Cabo Frio. Não há dúvida de que durante todos esses anos, e não há justificativa que cubra, Maria Joaquina tem sofrido de um mal: o abandono.

A Praça Porto Rocha é horrorosa e muito mal cuidada

O blog não se furta a examinar a autoria do projeto da “nova” Praça Porto Rocha, mas mantém a sua opinião: é horrendo, nada funcional e inaceitável para a praça mais importante da história do município. O secretário pode discordar, é direito seu, mas está discordando de quase toda a população cabofriense, que a considera muito ruim. É preciso mais respeito com a cultura do município.

O Sarcasmo.

De qualquer maneira é louvável que o secretário tenha se dado ao trabalho de responder a crítica feita aqui no blog, coisa rara na administração de nossa cidade. Afinal, quase todos se julgam pequenas divindades e esquecem que seus cargos são financiados com dinheiro público. Quanto ao sarcasmo, é uma questão de estilo.

Não é candidato

O tabelião surfista, Flávio Rosa, passou à tarde de ontem no Café Pertutti e reafirmou que não passa pela sua cabeça ter qualquer compromisso político-partidário. Muito menos ser candidato a vice-prefeito na próxima eleição. Os amigos mais íntimos sabem que foi convidado, mas continua dedicado ao cartório em Maricá.

A Polarização

As eleições de 2020 tem sido alvo de inúmeras análises políticas. Segundo o professor José Américo Trindade, o Babade, a tendência é a polarização entre Adriano Moreno e José Bonifácio Novellino. Babade acredita que as outras candidaturas tendem a desaparecer. Caso permaneçam devem ser desidratadas.

“Arroz de Festa”

O prefeito de Cabo Frio, Adriano Moreno, definitivamente virou “arroz de festa”. Não perde um evento para se promover e está inaugurando qualquer coisa que possa render um “flash”. O problema é que apesar de todas as iniciativas o prefeito não consegue reduzir a alta rejeição junto à opinião pública. Mesmo assim, Adriano Moreno insiste na reeleição. Para quem detestava a política …

Compartilhe:
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

4 comentários em “MARIA JOAQUINA, O ABANDONO”

  1. Obrigado pela oportunidade de deixar pública em suas redes sociais meu comentário a vossa crítica. Nosso presente é pensar no futuro, fortalecendo a cultura através das vivências passadas. Positivas ou negativas, revisitando-as que faremos o futuro melhor.
    Atualmente estamos colocando em pratica alguns projetos pela SEDESC:
    1) Regularização Fundiária: decreto regulamentador aprovado, o projeto piloto na Vila do Sol começa a dar frutos; ontem assinamos o envio de 50 CRFs ao cartório; nossa meta é finalizar a Vila do Sol e buscar outras areas;
    2) Plano Diretor: ja foram feitas diversas ofici as de capacitação multi setorial nos 5 cantos (centralidades) da cidade. Ja realizamos a 1a Audiência Publica e hoje começa mais uma jornada de oficinas; hoje teremos Tamoios Urbano e Tamoios Rural.
    3) Os procedimentos administrativos vem sido otimizados, pergunte a qualquer profissional da area se melhorou.

    Em 1,2 anos planejamos e fizemos mais que os ultimos 10 anos.
    Nossa cidade precisa de união pois essa função desagregadora e dicotiledonica nos leva pro fundo.
    Obrigado

    1. O blog tem por norma receber e publicar todas as críticas desde que civilizadas e continuará sempre aberto para a pluralidade e o debate sempre saudável. Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *