QUEM É BOLSONARO SEM O CONTROVERSO? por Mirinho Braga.

O presidente se alimenta de besteiras e palavras mal ditas.

O bolsonarismo agoniza, mas, se nutrindo do antipetismo, continua a se manter em pé. Aplaudem as mais diversas loucuras do presidente. Mito na falta de educação, mito no desrespeito ao próximo, mito da incapacidade, arrogância e falta de gestão.

Era para ser outro, mas nos deram este, não nos pertence, mas é nosso. Temos, mas não o queremos.

Mas ele continua aqui e se não reagirmos fabricam outros e nos fazem engolir.

Já engolimos tantos! O mito é uma criação petista que o sistema aperfeiçoou.

A autocrítica nunca foi o forte da esquerda brasileira. Essa mesma esquerda não aprendeu nada com a eleição passada, não escutou o recado das urnas. Continua a combater a extrema direita com o que ela mais gosta de se alimentar: ideias e ações de cunho extremamente esquerdistas.

Nossos venenos foram produzidos por nós, mas ainda não percebemos.

O presidente é o grande inimigo do povo, mas um inimigo invisível que usou e continua usando fakes News, mas também pautas e ideias que parte da esquerda tanto ama, mas que poderia evitar. Eis o segredo da eleição do Bolzo!

O Brasil não votou num Presidente, o Brasil elegeu o antipetismo representado por Bolsonaro.

Se de um lado existe um “mito”, do outro temos um ser intocável e sem defeitos que para alguns petistas é quase um deus.

A raiz do problema está aí: o narcisismo petista faz do espelho seu ideal. O petismo exacerbado não é capaz de dar um passo atrás para ter condições de, mais tarde, avançar quilômetros.

Lula é vítima dos instrumentos que o próprio PT criou.

Delação premiada?

Judicialização da política?

Conflito de atribuições entre os três poderes? Nomeações políticas?

Menosprezaram as reformas que poderiam ter feito;

Uniram-se ao que há de mais podre na política nacional;

Beijaram Sarney e ressuscitaram Temer. Inocência ou poder a qualquer custo?

A extrema esquerda tem que endurecer sendo mais branda.

Tem que gritar com suavidade tem que falar ouvindo a voz que ecoa em cada esquina de nossas cidades.

O povo brasileiro deu o recado, vamos continuar a dar murro em ponta de faca?

É preciso escutar a voz rouca da rua, não estressar, não “extremar”, dialogar, e mostrar verdades que todos possam, nitidamente, “ouvir”.

  • Mirinho Braga: ex-prefeito de Búzios.
Compartilhe:
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Um comentário em “QUEM É BOLSONARO SEM O CONTROVERSO? por Mirinho Braga.”

  1. Excelente artigo! Análise inteligente que muita gente teima em não querer ver.
    Só questiono um termo no texto: mito. BolsoNero já virou é folclore. É a própria mula sem cabeça. rs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *