A POLÍTICA ESQUENTA NOS BASTIDORES.

Adriano garante: é candidato a reeleição. Será mesmo?

O prefeito Adriano Moreno, que andou sendo chamado de dissimulado, disse que é candidato a reeleição e que as notícias de que não seria candidato, são falsas. A sociedade espera que ao menos dessa vez o prefeito tenha firmeza em suas declarações e que as idas e vindas, finalmente deixem de existir.

Candidato com o apoio do grupo de Marquinhos?

Significa que o prefeito será candidato com o apoio do grupo de Marquinhos Mendes, que ele incorporou a administração, porque do grupo original muito pouca gente continuou no governo. Resta saber se o grupo ligado a Marquinhos permanecerá com Adriano se as pesquisas continuarem ratificando a imensa rejeição do prefeito e do seu governo.

Quem derrotou Marquinhos na câmara?

O ex-prefeito Marquinhos Mendes sabe que a sua derrota na câmara e o conseqüente afastamento da disputa eleitoral se deve aos votos dos vereadores da base de Adriano Moreno e daqueles ligados ao deputado Sérgio Azevedo. Como reagirá? Mesmo assim aceitará apoiar a reeleição do prefeito?

Quem é quem?

No campo do grupo político de Marquinhos Mendes, aparecem dois vereadores: Aquiles Barreto e Luis Geraldo. Aquiles, depois de hibernar por longo tempo, está se promovendo nas redes sociais, com links patrocinados. Luis Geraldo, presidente da câmara, mantém o seu perfil discreto, repete como mantra, que é feliz no legislativo, mas trabalha nos bastidores. As pesquisas, quantitativas e qualitativas, darão o rumo político.

O que resta ao prefeito?

Do grupo original que apoiou Adriano Moreno não resta quase nada. A pretexto da necessidade de reestruturar o governo, que aparentemente mudou completamente sua concepção política (ou a dissimulou) resta muito pouca gente. O pessoal que ficou é bem mais a direita, alguns com perfil de extrema direita.

A disputa no campo da direita.

O prefeito tem um problema sério: vai ter que disputar a direita e a extrema direita com o deputado Sérgio Azevedo. O prefeito embarcou no Democratas da Família Maia e o deputado abocanhou o PSL e o PSC e disputa com o prefeito outras legendas “fake”, ou seja, aqueles partidos que só existem em período eleitoral, de olho no fundo partidário.

Tendência a polarização.

No campo progressista cresce a candidatura do ex-prefeito José Bonifácio, beneficiada pelo “desmanche” da administração da dupla Adriano Moreno/Antônio Carlos Vieira. Como a experiência do “novo” tem sido desastrosa, a tendência é o eleitor procurar patamares administrativos e políticos mais seguros. Como a eleição cabofriense sempre polariza, José Bonifácio deve ser o beneficiário desses votos, principalmente daqueles que querem alguém para “arrumar a casa”.

Compartilhe:
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *