O GOVERNO É MAIS VELHO QUE TERNO DA BEMOREIRA-DUCAL.

O governo remenda aqui e acolá e vai se ajeitando. O modelo do paletó é ultrapassado, do tipo tergal da inenarrável Bemoreira-Ducal e os sorteios do “Carnê da Girafa”, de Jota Silvestre.

O que incomoda pra valer é a barriga saliente, que salta aos olhos e aos cintos das calças e não permite esconder quase nada, nem a cerveja e os petiscos.

É desse jeito que está o governo de Adriano/Antônio Carlos, tentando ter um ar contemporâneo, mas sem nenhum cuidado e elegância para se arrumar. O resultado é sempre desastroso, sem qualquer encanto para os rapazes e as meninas do local.

A modernidade da prefeitura de Cabo Frio se assemelha as práticas políticas da década de 50, se bobear recua até a República Velha. Não é à toa, que o prefeito tem como “professor” e exemplo o “velho morubixaba”, Alair Francisco Corrêa, grupo no qual nasceu politicamente e virou vereador da base, votando direitinho o que o “mestre” mandava.

Caso resolva seguir a risca o “mestre” ou “mestres”, os tempos que virão serão duros e ásperos em todos os níveis e áreas. As prioridades certamente serão outras e muita gente respeitada e com bastante crédito na sociedade vai “pedir o boné” e cuidar da própria vida.

Compartilhe:
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *