PEQUENAS DOSES

  • Equilíbrio e Planejamento Gente com experiência em administração pública está preocupada com a falta de equilíbrio e planejamento do governo municipal. A situação é grave no 1º semestre quando é maior a arrecadação da prefeitura, o que vai acontecer no 2º semestre?
  • De Paulo Guedes a Tchutchuca O mercado financeiro nada mais é que especulação, na maior parte dos casos inteiramente desvinculado da produção e da produtividade, sem qualquer ligação com administração pública. Por essas e tantas outras que tem gente que entra pensando que é Paulo Guedes a acaba como Tchutchuca.
  • Beija mão Muitos comissionados que, no início do governo, compraram carros novos à prestação, estão com “dor de cabeça”, com a possibilidade de não serem readmitidos com a conclusão da reforma administrativa. É a turma do “beija mão”, na secretaria de fazenda: a fila é grande.
  • O que será? Muita gente, na secretaria de fazenda, tem saudades de Paulinho Machado, o “eterno tesoureiro” que não resistiu às manobras da dupla Adriano Moreno/Antônio Carlos Vieira. O “novo” tesoureiro é o professor e empresário Clésio Guimarães Faria, membro emérito do grupo de Marquinhos Mendes.
  • Cadê as auditorias? As famosas auditorias independentes, prometidas em “prosa e verso” durante a campanha, nunca saíram do papel. Nem mesmo a da Comsercaf, que teve o presidente preso pela Polícia Federal. O seu substituto, indicado por Marquinhos Mendes, ainda permaneceu durante longo tempo no governo de Adriano Moreno.
  • Como é que fica? A alegação sobre a não contratação de empresas independentes e de grande credibilidade para a realização de auditorias era o custo, segundo o governo, alto demais. Até mesmo parte dos progressistas, no governo e fora dele, defendeu a posição da prefeitura.
  • A voz da oposição Cabo Frio não é para amadores diria o inenarrável Vovô Bibiu. Um tarimbado observador da vida política, na cidade, cravou a Rádio Ondas neste sábado e qual foi a sua surpresa: o ex-vereador e ex-secretário de saúde de Alair Corrêa é agora a “voz da oposição”
  • Esperneando O grupo que apoiou Adriano Moreno durante a campanha era pequeno, pouco representativo e está bastante dividido. A turma insatisfeita pela perda de cargos e representatividade política dentro do governo se reúne em dois pontos da cidade: o “senadinho” e o programa de Dirlei Pereira, na Rádio Ondas.
  • É de doer o coração! Formado em sua maioria por egressos do alairzismo, castigados politicamente pelo último governo do “velho morubixaba”, o grupo foi substituído na prefeitura de Adriano Moreno pela turma de Marquinhos Mendes. É de doer o coração!
  • Educação & Ciências Ambientais A abertura, pelo Instituto Federal Fluminense, IFF, do curso de mestrado em Educação e Ciências Ambientais é um grande ganho para Cabo Frio e Região dos Lagos. O primeiro dos prédios do IFF nasceu por iniciativa da dupla José Bonifácio e Otime dos Santos, prefeito e vice-prefeito de Cabo Frio.
Compartilhe:
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *