O FIASCO BOLSONARISTA

A tentativa da extrema direita de emparedar as instituições, particularmente o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF) foi um fiasco, previsível com os seguidos vexames internos e externos do governo bolsonarista.

As instituições brasileiras solidificadas pela Constituição Cidadã de 1988 não funcionam as mil maravilhas, como também de nenhum outro país. São as que temos e preservá-las é obrigação dos democratas.

As organizações políticas e jurídicas não flutuam sobre a sociedade, mas são parte e fruto dela. Representam interesses de classe e dentro delas se verificam e se expressam os conflitos inerentes a vida do país.

Apesar de distorções são fundamentais para a preservação da democracia burguesa e representativa, estágio vivido pelo Brasil e que não pode tolerar recuos.

O momento é de brecar a tentativa de avanço e solidificação da onda reacionária, que tenta anular as pequenas conquistas, do povo brasileiro.

Temos que ampliar as conquistas através do fortalecimento da democracia e de suas instituições, entre outras coisas, recuperando nossas cores e nossa bandeira, que não pode ficar como símbolo de fascistas.

Compartilhe:
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Um comentário em “O FIASCO BOLSONARISTA”

  1. Foi um fiasco, mas o campo democrático não pode achar que haverá algum recuo. Ontem um golpe foi abortado , porém a agenda ultraliberal está aí firme e forte . Só com a verdadeira participação das “favelas/comunidades” nós conseguiremos reverter isso. No que depender da classe média e das pseudo-esquerdas estaremos condenados ao fracasso também …👍

Deixe uma resposta para Geraldo Ferreira Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *