PEQUENAS DOSES

  • O ex-secretário municipal de educação, Cláudio Leitão, garantiu ao Blog do Totonho que na segunda, no máximo terça-feira, os vereadores terão farta documentação para exercer a fiscalização sobre o governo de Adriano Moreno. O que será?
  • Após o fim do impeachment do prefeito, enterrado pela câmara municipal, aumentaram os rumores e boatos sobre a sucessão. José Bonifácio Novellino, Leandro Cunha, Rafael Peçanha, Sérgio Luiz Azevedo e Mauro Bernard, inclusive o do próprio prefeito, estão nesta lista.
  • Antes que alguém questione, o Blog do Totonho explica: o ex-prefeito Marquinhos Mendes está inelegível e pode pegar mais oito anos de “pendura” caso a câmara não aprove suas contas.
  • Os dois últimos, os deputados Sérgio Luiz Azevedo e Mauro Bernard foram eleitos na onda ultra conservadora, que levou Bolsonaro e Witzel ao poder. Resta saber qual o poder de fogo eleitoral da dupla com o fracasso do bolsonarismo. Manterão os eleitores ou derreterão com as águas do “dilúvio” que se abateu sobre Cabo Frio?
  • As deprimentes e vergonhosas práticas do MBL e dos robôs do Bolsonarismo, com notícias falsas, criação de escândalos, ataques a honra, destruição da imagem de figuras públicas, ganharam espaço na política de Cabo Frio. Pena! O nível foi bem melhor.
  • O Museu de Arte Religiosa e Tradicional (MART) e as secretarias municipais de cultura e turismo, apesar dos recursos extremamente limitados, fazem trabalho respeitável. Lamentável que os governos percebam essas áreas como despesas e não como investimentos.
  • A prefeitura de Cabo Frio está se revelando notoriamente lerda, quase incapaz, para resolver os problemas do Hospital da Mulher, sob interdição parcial do Cremerj. Boa parte da oposição também não faz papel melhor, utiliza o drama para promoção política e trampolim eleitoral. Saravá para as mães e seus filhos!
  • Governo e Oposição poderiam dar os braços e sairem pelas ruas de Cabo Frio de cabeça baixa, sob vaias da população, pelo triste papel, que estão fazendo. São anos e anos, que a crise da saúde pública municipal se avoluma, se arrasta, sem que qualquer medida séria seja tomada.
  • As manifestações da extrema-direita em Cabo Frio foram numerosas, contando com a participação de empresários, religiosos e boa parte da classe média. Grande número contribuiu para a eleição de Adriano Moreno, Witzel e Bolsonaro. Hoje, a unidade “foi para o brejo” e as “lideranças” se estapeiam pelas redes sociais e mídia tradicional.

Compartilhe:
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *